#festa Tumblr posts

  • joseabraoportfolio
    22.06.2021 - 2 hours ago

    Junho sem festa: Grupos de quadrilha sofrem com paralisação Acesse em: https://aredacao.com.br/noticias/152323/junho-sem-festa-grupos-de-quadrilha-sofrem-com-paralisacao Enquanto a pandemia de covid-19 ainda é motivo de preocupação no Brasil, país que últrapassou marca de 500 mil mortes pela doença, festas populares e tradicionais brasileiras amargam 15 meses de paralisação. Muitas pessoas sentiram falta do Carnaval este ano, mas ao menos podem contar com a lembrança da folia do ano passado. O mesmo não pode ser dito das festas juninas, suspensas pelo segundo ano consecutivo.   A ausência da celebração em todo o Brasil afetou principalmente os grupos de quadrilha. Hoje em dia, estudiosos comparam as quadrilhas juninas, organizadas em federações e que integram um circuito competitivo nacional, com as escolas de samba do Carnaval carioca. “Nós temos a fogueira de São João nas veias. Os pés coçam e o coração bate mais forte quando ouvimos uma música de São João. Todo quadrilheiro se emociona ao ver o seu traje e saber que não vai dançar por mais um ano”, lamenta Robert Júnior, fundador da Associação Cultural e Teatral Quadrilha Mandacaru, de Aparecida de Goiânia. Celine Ramos é diretora artística do grupo Arriba Saia, fundado em 2005. Trata-se da única quadrilha goiana que venceu o campeonato nacional, em 2017. Arriba Saia também é considerada a maior quadrilha em número de componentes, com mais de 220 pessoas envolvidas entre dançarinos, cabeleireiros e figurinistas. E, de repente, tudo isso parou. “Ano passado a gente ficou meio sem ter o que fazer. Ainda ficamos torcendo para a pandemia acabar logo. Foi um baque. Lidamos com muitas pessoas, atendemos um público muito grande de pessoas carentes que se refugiam na quadrilha”, conta Celine. “Fizemos uma arrecadação de cestas básicas para alguns dançarinos que perderam o emprego ou estavam passando por dificuldades, fizemos algumas lives e fizemos nossa própria live, bem grande e bonita”, lembra. A diretora comenta que um grande desafio tem sido encontrar formas de manter o grupo mobilizado. Segundo Celine, a pandemia chegou forte na comunidade. Muitos quadrilheiros e seus familiares infelizmente perderam a batalha para a covid-19. Enquanto a vacinação não chega para todos, e mesmo com as recentes flexibilizações, a diretora do Grupo Arriba a Saia descarta a realização de qualquer evento. “Não podemos colocar a vida das pessoas em risco”, destaca. Impacto

    Uma preocupação dos quadrilheiros com a pausa por tempo indeterminado está relacionada ao trabalho social desenvolvido pelos grupos que geralmente atendem regiões periféricas e acolhem jovens vulneráveis e minorias. “A quadrilha faz um trabalho muito grande com a socialização de jovens em vulnerabilidade e trabalhamos muito com a comunidade LGBTI. O movimento junino hoje é muito grande por causa dessas pessoas, que são sempre muito engajadas e comprometidas com o projeto”, aponta Robert, fundador da Quadrilha Mandacaru. Outro desafio é financeiro. Todas as quadrilhas se bancam com recursos próprios, raramente sendo contempladas por editais de fomento. Patrocínio para o segmento também é quase uma lenda. O recurso vinha, principalmente, de eventos sociais e apresentações públicas e particulares. “Vivemos dos nossos eventos. Antes da pandemia, fazíamos programação com rifa, festas com venda de ingressos, bingos, almoços. Assim conseguíamos garantir recurso. Sem falar que durante a temporada, nos meses de junho e julho, cobramos cachê por algumas apresentações”, explica Celine. “Para colocar uma quadrilha no tablado hoje custa muito dinheiro. Você não faz uma quadrilha com pelo menos R$ 100 mil. Temos muito pouco apoio, quase nada, do Estado e da prefeitura. As pessoas acham lindo, maravilhoso, todos querem ver, mas ninguém quer ajudar. Nós vivemos das nossas próprias pernas, das nossas próprias ações”, completa. Um amparo para alguns grupos, como a Mandacaru, por exemplo, foi a Lei Aldir Blanc. O auxílio financeiro chegou como suporte para algumas quadrilhas durante a pandemia, mas poucos grupos conseguiram ser contemplados.   “Carnavalização”

    Outra crítica pela qual as quadrilhas juninas passam é a de que foram “carnavalizadas”. Há quem acredite que as quadrilhas se tornaram um espetáculo e, por isso, teriam perdido sua identidade. A questão chamou atenção de estudiosos. Samuel Zaratim é um pesquisador goiano que fez a sua dissertação de mestrado e tese de doutorado sobre o "fazer performático das quadrilhas juninas". Ele, inclusive, defendeu a tese no dia 24 de junho de 2020, dia de São João. Samuel explica que a espetacularização traz consigo novos sentidos e significados. Porém, ele discorda da ideia de “carnavalização”. “Cada manifestação cultural do Brasil tem seu processo de ressignificação e atualização. Muitas vezes nós transpomos a fronteira cultural e pegamos emprestado elementos de uma manifestação artística cultural”. Na percepção do pesquisador, a festa junina perdeu, de fato, aquela sua concepção original de baile na roça, de caipira tradicional. Ela é, segundo ele, produto da indústria cultural, mas, ao mesmo tempo, transita na cultura popular através da dança, da música, das comidas e de outros costumes e tradições que são, de alguma maneira, preservados e repassados de geração em geração. “Mesmo nos anos 1970, quando minha mãe me fantasiava de caipirinha e eu ia pra escola, ali já era produto da indústria cultural, com maquiagem, figurino, cenário e trilha sonora. As artes do espetáculo já estavam lá”, exemplifica. “Podemos chamar de tradicional pelo fazer junino, que não está cristalizado no passado. O tradicional da festa junina é unir pessoas e grupos para celebrar São João”. “Estes elementos ressignificados da festa junina constituem as performances da cultura junina, mas a cultura junina é dinâmica, ela acompanha as mudanças da sociedade. Eu não diria que está perdendo a identidade, mas ressignificando a identidade”, diz Samuel Zaratim. Segundo o pesquisador, é importante percebermos as festas juninas contemporâneas como eventos plurais e inclusivos, por isso elementos não tradicionais acabam absorvidos pela festança. Estes elementos variam de lugar para lugar. Em Goiânia, por exemplo, é comum encontrar uma barraca árabe em boa parte dos arraiás, o que certamente não é comum na maior parte das cidades. “É espetáculo e popular ao mesmo tempo. Isso acontece. O Arraiá do Cerrado é espetáculo. Mas você pode ir nos bairros, isso fora da pandemia, e espontaneamente uma rua vai ter bandeirola, fogueira e quadrilha”, explica Zaratim. “Pode ser uma quadrilha com roupa de caipira e música funk, mas isso não tira o pé do popular”.

    View Full
  • quidosantana
    21.06.2021 - 4 hours ago
    #festa da música
    View Full
  • boyapologist
    21.06.2021 - 5 hours ago

    I'd fucking kill to go to a festa junina right now what the fuck

    #my teacher just mentioned it and I was like my gooood #I had SO many chances to go to this kind of party and didn't go #I wanna liiiive #I wanna be young #god dammit #first thing I'm gonna do when this is over next year is gonna be going to a festa junina and stuffing my ass with caramel apples #rambles*
    View Full
  • robertshoot
    21.06.2021 - 5 hours ago

    Cosplayer: Angela Nuggy Alfano

    #Cosplay #Angela Nuggy Alfano #Festa delle Fate 2021 #Robert Skayal#Neeko #League of Legends
    View Full
  • minleaf6
    21.06.2021 - 10 hours ago

    8YEARS ALREADY 😭💕

    View Full
  • babytaekoo
    21.06.2021 - 11 hours ago

    (c) 9597GIF (1,2,3)

    View Full
  • babytaekoo
    21.06.2021 - 11 hours ago

    (c) 9597GIF (1,2,3,4)

    View Full
  • babytaekoo
    21.06.2021 - 11 hours ago
    View Full
  • babytaekoo
    21.06.2021 - 11 hours ago
    View Full
  • streetcarnivalshow
    21.06.2021 - 12 hours ago

    Ya iniciamos los cambios y los preparativos para el nuevo proyecto, muy pronto nuevas noticias y novedades. #streetcarnival #followforfollow #followback #followme #friends #batucada #cool #music #musica #drums #percussion #percussao #office #instadaily #merida #playing #instagood #festa #pandemia #club #happy #brasil #mexico #drumstagram #team #arcade #soundcloud #remix #trend #cambio (en Street Carnival Show) https://www.instagram.com/p/CQYyPh9BihR/?utm_medium=tumblr

    View Full
  • lajk-rs
    21.06.2021 - 13 hours ago

    Evo šta vas sve čeka na Kališu tokom Burger festa!

    Evo šta vas sve čeka na Kališu tokom Burger festa!

    Kako zamišljate idealno leto u Beogradu? Druženje, muzika, kokteli, dobar provod, još ako je u priču uključena i vrhunska klopa… Sve to vas čeka na prvom beogradskom Burger festivalu, koji se održava od 25. juna do 4. jula. Najpopularniji burger barovi iz Beograda i regiona, uz specijalne goste, spremaće najbolje burgere sa svojih menija tokom 10 dana trajanja festivala. Sočni burgeri su prvi,…

    View On WordPress

    View Full
  • dealseok
    21.06.2021 - 13 hours ago
    jungkook layouts

    like and reblog if you save/use.

    View Full
  • pietroalviti
    21.06.2021 - 13 hours ago

    Festival Francesco Alviti al via con Vivaldi per la Festa Europea della Musica 2021 - martedì 22 giugno ore 21,30, Ceccano, Collegiata di S. Giovanni Battista

    Festival Francesco Alviti al via con Vivaldi per la Festa Europea della Musica 2021 – martedì 22 giugno ore 21,30, Ceccano, Collegiata di S. Giovanni Battista

    Sarà la musica di Vivaldi ad inaugurare la 13a edizione del Festival Francesco Alviti martedì 22 giugno alle ore 21,30 nella Collegiata di S. Giovanni Battista a Ceccano, per la Festa Europea della Musica 2021: insieme a Vivaldi potremo ascoltare Corelli e Tartini nella serata dedicata a Colore, passione, folklore in Italia nella metà del XVIII secolo con Francesca Vicari al violino, Maurizio…

    View On WordPress

    #Ceccano #festa europea della musica #festival francesco alviti #vivaldi
    View Full
  • grafstock
    21.06.2021 - 13 hours ago

    Tapete Decorativo para Festas - Grafstock

    Adquira o seu tapete decorativo para festas com uma empresa experiente e dedicada a comunicação visual de empresas, eventos corporativos e sociais. Venha para a Grafstock!

    View Full
  • estiloconsultorias
    21.06.2021 - 14 hours ago

    Teatro: Bruna Ene e Coletivo As Travestidas entre as atrações da semana no Festival Online Festa do Sol no YouTube

    Teatro: Bruna Ene e Coletivo As Travestidas entre as atrações da semana no Festival Online Festa do Sol no YouTube

    A tradição popular do Cariri, o samba negro e o corpo em performance estão entre as artes que marcam a programação desta semana no Festival Online Festa do Sol, de quarta (23) a domingo (27 de junho), a partir das 17h30 no canal do evento no YouTube. Até o dia 03 de julho o festival segue com a categoria “Signos do Zodíaco”, apresentando mostras de repertório. O canal pode ser acessado através do…

    View On WordPress

    #Bruna Ene #Coletivo As Travestidas #cultura#destaque #Festival Online Festa do Sol #secult-ce#teatro
    View Full