#karatê kid Tumblr posts

  • image
    image
    image
    image

    “Hey, Sensei, it’s Miguel… my mom is working tonight, so maybe we could grab a burger at that place you like?? i’ll talk to you later.” — Miguel

    View Full
  • Se você já fez aula de canto por algum tempo, deve estar familiarizado com a sensação de desamparo que ela dá, principalmente no começo - a gente fica perdido sem entender nada do que está acontecendo, sem saber claramente como sua voz está saindo, inundado por sensações bizarras às quais é forçado a prestar atenção.

    O pior é que não raramente essa condição se estende por algumas semanas ou até meses antes que as observações do professor comecem a fazer algum sentido. Somado a isso tem a desconforto de estar fazendo exercícios engraçados e aparentemente completamente inúteis que fazem sua voz ficar horrível. Fora a ansiedade de querer logo que sua voz fique que nem a do Freddy Mercury.

    É comum então que o aluno comece a atacar e duvidar do professor. “Será que esse cara é certificado mesmo? Não sei não hein, isso tá parecendo embuste.” - há até quem faça os exercícios errado só pra provar que ele está errado: a famosa “birra”.

    Compreensível, essa insegurança é sem dúvida angustiante!

    Mas sabe qual que é? Se esse maluco tira o sustento disso e investe muito tempo estudando e se preparando, pode ter certeza que ele não estaria colocando você nessa situação se não tivesse CERTEZA de que a técnica funciona. Ele certamente não ia colocar sua reputação em risco nem perder o tempo de fazer você - e ele - passar por esse desconforto.

    Então paciência, pequeno gafanhoto. O seu vocal coach não é seu inimigo, mas seu aliado. Pode ter certeza que ele entende a sua agonia e que estará pronto para oferecer suporte teórico e segurança nesses momentos. E se você é daqueles que acha ficar repetindo um monte de escalinha muito chato, saiba que ele não faz aquilo porque acha divertido (se bem que eu acho), mas porque sabe que é necessário e porque quer o seu bem.

    Aprender a cantar é basicamente reforçar um bom condicionamento dos músculos do aparelho fonador. Só que como todo trabalho corporal, acontece de forma sutil e gradual. As coisas ficam mais complicadas se você pensar que não conseguimos ver nada lá dentro e que é muito difícil controlar um conjunto tão grande de músculos tão pequenos. Há quem sinta resultados rapidinho, mas há quem só se dê conta do quanto melhorou quando se ouve cantando lá atrás…

    Pense que você é como o Daniel-san no Karatê Kid. Pintando a parede e encerando o chão, de saco cheio sem saber porque o movimento tem que ser assim ou assado, achando tudo uma baita frescura… mas aprendendo, sem saber, golpes de mestre pra chutar o traseiro dos malvados e deixar todo mundo de queixo caído!!

    A única diferença é que diferente do Daniel-san o seu Mestre Miyagi não é um japonês bebum que fala que nem o Yoda. Ele é um cantor como você, sóbrio (espero) que vai estar ali pra te apoiar. E você tem outros Daniel-sans e Ex-Daniel-sans com quem você pode falar e dividir as coisas, gente que está passando e já passou por isso pra deixar você mais tranquilo.

    Todas pessoas que acreditam que liberar o que há de mais belo em sua voz é algo totalmente ao seu alcance!

    View Full